SIGA-NOS
Formulário de Contato
Blog

Blog

Combate ao câncer de mama é o tema do mês de Outubro

Nos últimos anos, a taxa de mortalidade da doença caiu mais de 40%

Publicado no dia: 31/10/2018
Combate ao câncer de mama é o tema do mês de Outubro
Por Talita Paes
 
De acordo com o INCA (Instituto Nacional de Câncer) estima-se 59.700 casos novos de câncer de mama para cada ano biênio (2018-2019) apenas no Brasil. No entanto, nos últimos anos, a taxa de mortalidade da doença diminuiu mais de 40%, graças ao diagnóstico precoce.
 
Causada pela multiplicação de células anormais da mama que formam o tumor, há diversos tipos e subtipos da doença, sendo que alguns se desenvolvem mais rápido e outros mais lentamente.
 
Normalmente, mulheres a partir dos 50 anos têm mais propensão à doença, porém, a enfermeira Katia, da equipe B2Corp, apontou outros fatores de riscos que devem ser levados em consideração para identificar o quanto antes a doença. São eles: Histórico Familiar, Reposição Hormonal, Sedentarismo, Fumo e Alimentação Desequilibrada.
 
O câncer de mama muitas vezes não apresenta qualquer sintoma em sua fase inicial e, por este motivo, consultar o médico regularmente é essencial para conseguir detectar precocemente a doença. Alguns dos procedimentos recomendados é o próprio toque, mas outros exames de imagens podem ser solicitados para investigar qualquer suspeita. Em casos mais extremos, pode ser necessário a biópsia do tecido coletado da mama, para identificar se as células são tumorosas ou não.
 
Quando identificado o câncer de mama, existem algumas opções de tratamentos que podem ser combinados ou não, mas todos passam pela a retirada do nódulo e da mama, integral ou parcialmente. Em determinados casos a cirurgia é combinada com: radioterapia, quimioterapia, endocrinoterapia e/ou imunoterapia com anticorpos monoclonais.
 
Segundo Katia, a melhor maneira para prevenir ao máximo o câncer de mama é investir na qualidade de vida e realizar exames periódicos da mama.

Deixe o seu comentário

0Comentários

« Voltar